sábado, 30 de novembro de 2013

Carnes


Que o frango é uma carne "fraca", segundo minha análise, talvez você já tenha lido aqui...

Qual seria, ao meu modo de ver, em ordem de importância nutritiva, os alimentos de origem animal mais consumidos???

1. Ovo caipira

2. Sardinha

3. Atum

4. Salmão selvagem

5. Outros peixes (selvagens, nada de cativeiro)

6. Boi

7. Suíno

8. Frango Caipira

9. Frango de granja

Substratos energéticos 


Basicamente, há 3 níveis de utilização de energia:

A fonte energética preferida pelo corpo é o carboidrato da dieta, pois é muito fácil transformá-lo em energia, mesmo que cada grama produza menos energia (4kcal) do que outra fonte energética, a gordura (9kcal)...

Quando não há carboidrato na dieta, o corpo humano precisa passar para um segundo nível, buscando uma fonte alternativa de energia, que no caso é a gordura da dieta...

Quando não há carboidrato nem gordura na dieta, um terceiro nível é iniciado, e aí sim a fonte energética passa a ser a gordura corporal, basicamente...

Dieta cetogênica? Sim. Mas com início e fim definidos previamente. Porque à longo prazo, por meses, em vez de ajudar pode piorar a situação, por vários motivos: deficiência de vitaminas, de minerais e de ácidos graxos Ômega-3 e Ômega-9, sobrecarga em sistema imunológico...

A perda de massa muscular é mínima e até mesmo pode não acontecer, desde que o consumo de proteínas seja mantido em pelo menos 2g/kg e o treino de musculação seja realizado com a intensidade necessária...

Como ter energia para treinar em um período onde não há consumo de energia?

Bom, por isso a importância de uma suplementação ergogênica pré-treino, com BCAAs em dosagem efetiva (2 cápsulas antes e 2 depois é placebo, não faz nem cosquinha) e termogênicos como uma associação de Cafeína e Chá Branco (que é mais forte que o verde, mas o marketing não entende isso, eita modinhas irritantes)...

É que realmente TODOS os detalhes devem ser planejados, por isso não observo perda de massa muscular em meus clientes...

Não é simplesmente iniciar às cegas aeróbico em jejum e dieta "hardcore"...

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Nutrição é uma ciência humana!


Quem costuma acessar meu blog, ao ler algo diferente sobre os mesmos assuntos em outros sites/revistas/etc, pode interpretar que um dos raciocínios está errado...

Porém, a "coisa" não é bem assim...

Somos humanos, seres muitos complexos, que muitas vezes tomam decisões baseados em emoções, não somos um sistema fechado totalmente previsível como uma máquina...

Nutrição é uma ciência humana, passível de interpretação e adaptação, não é ciência exata!

Assim como o mesmo treinamento esportivo não pode ser aplicado à todas as pessoas, a mesma dieta, por "melhor" que seja, não pode ser prescrita para todas as pessoas...

Isso é maravilhoso, porque senão seria muito chato e monótono ter uma "receita" de sucesso...

Cada corpo humano tem seu jeito único de "funcionar", seus estresses...

Não sou dono da verdade, a maneira com que abordo cada assunto é resultado da minha interpretação da literatura científica, e dos resultados alcançados com os clientes...

Assim, se você consultou algum nutricionista que te prescreveu uma dieta totalmente diferente daquilo que você percebe que não recomendo, mas seu objetivo foi alcançado, maravilha...

Cada profissional tem sua abordagem, e no final das contas, o importante é dar resultado...

domingo, 24 de novembro de 2013

Corra, porque ainda dá tempo!!!

Muitas pessoas, ano após ano, começam o ano com vários "projetos", dentre os quais está E-M-A-G-R-E-C-E-R e/ou "ficar em forma", definitivamente...

Com o passar dos dias e alguns meses, por não terem realmente ajustado individualmente a dieta e atividade física, algo que é mais complexo do que parece, não conseguem ter uma excelente evolução, que ao meu modo de ver não significa ter metade dos resultados desejados, mas 100% de resultado!!!

Como consequência, "largam mão" e desistem de tudo...

Como se houvesse alguma vantagem em desistir daquela meta...

Hoje é 24 de novembro de 2013, estamos à exatamente 1 mês da véspera de Natal, na sequência já vem réveillon, que é a ocasião onde muitos reúnem-se com todos os parentes que não se viam à exatamente... 1 ano!!! Ou quase isso...

Então, aproveito para lhes informar algo que é perfeitamente possível: ainda dá tempo!

De alcançar sua meta e impressionar de verdade quem não lhe via à algum tempo...

Claro que os resultados sempre são diretamente proporcionais à dedicação!


É complicado fazer previsões, mas 5kg é perfeitamente normal e até mesmo 10kg é possível reduzir em 1 mês, desde que realmente "se vista a camisa" e "se compre a ideia" de que você pode, você consegue...

Não posso falar muito para não revelar este "segredo", mas eu diria que as estratégias para conseguir isso são:

1. Aeróbico em jejum diariamente (isso inclui sábado e domingo)...

2. Musculação no máximo possível de dias por semana, para manter e até mesmo tentar aumentar a massa muscular...

3. Suplementação termogênica (cápsulas e bebidas)...

4. Dieta hipocalórica!

A enzima Lipase Hormônio Sensível (LHS), presente nos adipócitos (células de gordura) é a responsável por hidrolisar os triglicerídios (forma que a gordura é armazenada) e liberar para o sangue os 3 Ácidos Graxos livres e o Glicerol (Triglicerídio digerido), que serão transportado até os tecidos onde serão oxidados para produzir energia...

Vários hormônios (GH, Epinefrina, Cortisol) são induzidos à aumentarem sua concentração através das estratégias que estou abordando, estimulando a ação da LHS, mas para potencializar os resultados, há necessidade de não consumir muita energia...

Se a energia, que seu corpo precisa, vir do alimento, você acredita mesmo que ele vai fazer esforço - hormonal e enzimatico - para "queimar" as gorduras armazenadas no corpo???

Na imagem abaixo, pode ser visto isso que citei, na metade esquerda.




5. Dieta hiperprotéica (proteína gasta muita energia para ser digerida, ou seja, tem efeito termogênico, já citei isso várias vezes em postagens mais antigas. Recomendo consumir 3g/kg, em alimentos, algo super difícil, por isso é impossível manter por mais de 5-6 semanas)...

6. Dieta sem carboidrato!

7. Dieta com o mínimo possível de gordura (ressaltando novamente, a intenção não é fazer o corpo usar a própria gordura armazenada? Então obrige-o à fazer isso, não dê a ele a energia através do alimento), o mais próximo de ZERO, sugiro menos de 30g/dia.

8. Fibras: aposte nelas, porque o aumento de saciedade que elas proporcionam faz muita diferença numa hora destas. Para isto, apostar em semente de Chia, polpa da Banana Verde cozida, Verduras em abundância, são essenciais... Quantidade de fibras: umas 50g tá de bom tamanho. Perceba, é bem mais do que "recomendação" oficial de fibras, que se não me engano é de até 35g...

9. Água: Já expus aqui no blog que beber 2 litros de água por dia é pouco, para a maioria das pessoas... Essa bebida sacia, se for consumida em grande quantidade, fracionada ao longo do dia. Perceba, para mim, agora que o verão está chegando, aumento de 4 para 5 litros de água, em média. Pode parecer um valor absurdo de alto, mas divida esses 5 litros por 16h, que é o tempo médio que estamos acordados: dá 312,5ml de água por hora. É muito difícil beber pouco mais de um copo d'água a cada hora do dia?

Então, reflita sobre isso, mas não por muito tempo, pois, como falei...



Para virar o ano com o abdômen muito mais "sarado"...

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Enlatados: Atum e Sardinha








Nutritivos, práticos e saborosos, quer mais???


Esses dois peixes são muito interessantes e devem ser incluídos na dieta!


São excelentes fontes alimentares de Ômega-3 (Sardinha tem o dobro da concentração que há no Atum), que é o Ácido Graxo (gordura) mais importante...

Possuem todos os minerais, em abundância e com boa biodisponibilidade (excelente absorção e utilização pelo corpo): Zinco, Selênio, Cálcio, Cobre, Magnésio, Ferro, Potássio e Iodo, este que é indispensável para o bom funcionamento da glândula Tireoide. Frutos do mar são as únicas fontes alimentares de Iodo (sal rosa do Himalaia tem porque sua origem também é o mar).

As carnes de animais terrestres não deixam se ser muito boas, apenas precisam ser alternadas com frutos do mar, como estes 2 peixes...

Para quem tem receio de consumir por saber que os oceanos estão cada vez mais poluídos por Mercúrio ou por temer o Alumínio da lata:

1. Alumínio e Mercúrio são metais pesados e Lipofílicos, ou seja, tem afinidade por gordura (por isso Alumínio e Alzheimer bem como Mercúrio e irritabilidade tem tudo à ver, já que os metais se depositam no cérebro, que é 60% gordura). Sabe o que acontece desde que o peixe é enlatado na indústria até chegar na sua casa para ser consumido? O metal passa da carne para o óleo da conserva! Esse é um dos motivos pelos quais é importante a conserva em óleo, e não na água ... 

2. Você utiliza panelas de Alumínio? Se frequenta restaurantes, as panelas de lá provavelmente são de Alumínio, ou não? Utiliza produtos de beleza e de higiene pessoal? Muitos deles contém metais pesados na composição...

3. Você sabe se em seu corpo há muito Alumínio? Exame de sangue é bom nessa hora, sabia?

Outro motivo de não consumir peixes enlatados conservados em água é que o Ômega-3 se oxida facilmente, o óleo impede que isto aconteça...

Sardinha em molho de tomate também é interessante, pois o Licopeno do tomate é antioxidante reduzirá a oxidação do Ômega-3...

Atum ralado é resto industrial de Atum sólido/pedaços, então só compre desta forma, e não daquela...

Detalhes técnicos importantes, ou não?

Então, inclua já estes peixes na dieta!

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Que tal comer Pipoca com mais frequência?




Sim, é isto mesmo, você não leu errado, mas precisa ler os detalhes...

Os grandes problemas na preparação da pipoca é que se utilizam óleo de soja (que não é extra-virgem, é refinado) e grandes quantidades de sal refinado para "temperar"...

Qualquer óleo refinado é péssimo, os antioxidantes já foram quase totalmente eliminados, fica apenas a gordura pura, assim a gordura perde sua estabilidade química... Nem alimento é, tente engolir uma colher de sopa desses óleos para ver se tem gosto de comida! Por outro lado, gorduras naturais, Óleo de Côco (extra-virgem), Azeite extra-virgem (de oliva), Banha e Manteiga, todas tem gosto de comida, e é porque são comidas, oras bolas...

O grão de milho, quimicamente, é fantástico! Muita fibra alimentar e antioxidantes (estão naquela casquinha "dourada")... Além disso, é uma ótima fonte alimentar de Cobre, Manganês, Magnésio e Zinco.

Tem carboidrato, mas a própria fibra do milho já retarda bastante a absorção, e se beber água junto, maravilha, a fibra absorve a água e infla, retardando ainda mais a absorção do carboidrato, diminui ainda mais o Índice Glicêmico (que já é bom)... E a saciedade é impressionante!

Para ter ideia, muitos fisiculturistas costumam comer pipoca em época de pré-competição, e estes atletas são pessoas muito disciplinadas na alimentação, jamais comeriam algo que fosse diminuir em 1% a definição muscular na competição...

Então como preparar a Pipoca decentemente? Agora você já sabe, com Óleo de Côco extra-virgem, com Azeite extra-virgem (de oliva), Banha ou Manteiga, gorduras brutas, não-refinadas, estáveis ao aquecimento... Atualmente, algumas indústrias já estão investindo em outros óleos extra-virgens, de semente de abóbora e amêndoas, por exemplo... São alternativas que podem ser consideradas.

Finalizando, 100g de Pipoca tem entre 55 e 65g de carboidratos (entre 10 e 15g são fibras, não entram nesta contagem), então precisa ser adequada no Plano Alimentar...

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Gasto ou investimento?


Sempre há quem acredite que dinheiro investido em alimentos mais caros e suplementos nutricionais (prevenção) sejam prejuízos às finanças (gastos)...


Coincidência (ou não?) é o fato de que estas mesmas pessoas tempos depois precisam gastar aquele mesmo dinheiro, que não investiram, com tratamento medicamentoso...

E o pior de tudo: não conseguem resolver o problema definitivamente, a situação apenas ameniza...

Acham caro pagar 100$ por um pote (900g) de Whey Protein, mas "não se tocam" de que gastam mais do que isso em lanches "entupidos" de carboidrato...

Interessante é que por conta do excesso de carboidrato (com glúten, geralmente), ganham de brinde quilos e mais quilos de gordura corporal, aí, em vez de fazerem o correto (arrumar a dieta de verdade), tiram as massas brancas, refrigerantes, açúcar, pão branco, ou seja, refinados, e trocam por integrais (pão integral, macarrão integral) e frutas...

O que significa que continuarão acima do peso, apenas serão "gordinhos mais saudáveis", com um pouco mais de vitaminas e minerais armazenados...

Por isso, prefira investir R$500 (exemplo) mensalmente visando prevenção, ter exames com resultados perfeitos, muita vitalidade, disposição e saúde, ainda por cima ter uma excelente forma física, do que ser obrigada à gastar tudo aquilo que não investiu...

Seja qual o for o problema, há meios para preveni-lo e/ou eliminá-lo, como infecção intestinal, crises de rinite/sinusite/bronquite/asma, "viroses", enxaqueca crônica, flatulência absurda (gases, "pum"), azia que nunca some, abdômen que está sempre inchado, dor muscular, enfim, a lista é quase infinita, então vou parar por aqui...

É como ficar adiando a revisão do automóvel, quanto se deixa o tempo passar, maior a chance de precisar gastar cada vez mais...

Por isso, considere (e reconsidere inúmeras vezes até aderir) a ideia de que você precisa passar por uma revisão geral, "de cabo à rabo", verificando desde enzimas hepáticas (principalmente a Gama Glutamil Transferase, conhecida como Gama GT), minerais (Magnésio, Selênio, Ferro, Cobre, Iodo, Zinco), metais tóxicos (Alumínio, Chumbo, Mercúrio, Cádmio, Arsênico), etc...

Dificilmente alguém reserva parte do 13º salário para isso, todavia o carro não é esquecido, em algum momento do ano é levado para revisão... E você, sua vida, sua saúde, não tem mais valor do que um carro? Vale a pena arriscar? Esperar ter problema de saúde pra correr atrás do prejuízo, sendo que não há garantia de eliminação definitiva?

Cortar o mal pela raiz, quem não ouviu falar nisso?

Pois é, coloque isso em prática...

Com uma boa pesquisa, certamente é possível encontrar bons profissionais em sua região, que possam te avaliar detalhadamente, com muita atenção...

Lembrando que cada exame tem sua faixa ideal de resultado, se a referência diz que 10 é pouco e 50 é muito, quando o resultado encontrado for 15 ou 45, nunca que será ideal, está perto demais do limite!!!